Em Portugal, 62% dos consumidores prefere o folheto publicitário a outras formas de publicidade. Os dados são da ELMA (European Letterbox Marketing Association), que acaba de lançar os resultados do estudo sobre a relevância deste suporte de publicidade.

O estudo procura observar a perceção dos consumidores face ao impacto do folheto publicitário, comparado com outros meios, em termos de consumo de publicidade e experiência de compra.

Segundo os dados, logo após o folheto publicitário, 50% dos consumidores prefere a publicidade online e 47%, a televisão. Assim os resultados contrariam a tendência dos orçamentos de marketing orientados para os canais digitais.

As respostas indicam também que o folheto é um meio com influência na experiência de compra em Portugal, pois 42% dos inquiridos consideram que podem poupar com este meio, nomeadamente através de vouchers e cupões.

Os dados revelam ainda, que 38% dos consumidores portugueses admitem pesquisar produtos online após terem um primeiro contacto através do folheto publicitário.

O estudo foi realizado pela empresa de estudos independente Toluna, para a associação europeia ELMA, da qual a Mediapost é a única empresa portuguesa do setor associada.

Artigo publicado no site da Briefing, dia 2/12/2014