O marketing digital poderá vir a responder por metade do investimento publicitário no Reino Unido já este ano, noticia o Marketing Tech. A concretizar-se este cenário, a publicidade digital suplantará os meios tradicionais.

A previsão é apresentada no último Advertising Forecast da Strategy Analytics, que avança igualmente que o investimento publicitário em internet e no mobile irá alcançar os oito mil milhões de libras.

O referido valor representa mais do dobro do investimento previsto para televisão, e que se situa nos 3,8 mil milhões de libras, o equivalente a um share de 24%. Supera também a publicidade em imprensa, que irá situar-se nos 2,5 mil milhões de libras, o que resulta num share de 16%. A publicidade em outdoor, rádio e cinema responderá pelos restantes 10% de share, devendo situar-se nos 910 milhões, nos 492 milhões e nos 179 milhões de libras, respetivamente.

Joanna Parnell, director of planning na Unique Digital, sublinha que as marcas devem focar-se na criação de uma estratégia digital global, que inclua todos os dispositivos e canais utilizados pelos consumidores. “À medida que o entrosamento e a junção da televisão, do phablet e da navegação a partir do desktop vão acontecendo e expandindo mais e mais, também as oportunidades reais de as marcas envolverem os consumidores ao longo dos vários pontos de contacto vão crescendo”, refere.

Além disso, os consumidores controlam cada vez mais as conversações online e as marcas começam agora a aperceber-se “de que necessitam de um plano reativo, de recorrer frequentemente ao storytelling e de produzir conteúdos inteligentes, que prendam a atenção dos consumidores”, conclui Parnell.

Ainda de acordo com o relatório da Strategy Analytics, o crescimento da publicidade digital será sobretudo impulsionado pelo mobile (23%), seguido das redes sociais (18%) e do vídeo (18%). Ainda assim, os motores de pesquisa continuarão a manter a liderança no mercado global, respondendo por metade do total das receitas publicitárias do Reino Unido em 2015.

O investimento publicitário em internet e no mobile vai assim assinalar um crescimento de 9,5% em 2015, algo que contrasta significativamente com a subida de apenas 1,6% registada pelos meios tradicionais no Reino Unido. O investimento publicitário global no país vai crescer este ano 5,4%, atingindo os 15,8 mil milhões de libras.

Em 2018, estima-se que o digital venha a representar 56% do share, mais do dobro da televisão, com 23%. No que diz respeito à imprensa, é esperada uma descida para os 12% de share.

Segundo Michael Goodman, coautor do relatório que apresenta estas previsões, a liderança do Reino Unido no âmbito da publicidade digital não deve ser subestimada: “A transposição da barreira dos 50% de share pelo digital representa um momento decisivo na história da publicidade, especialmente se considerarmos que esta liderança está a começar no Reino Unido”. É que, esclarece Goodman, o digital responde por um terço do investimento publicitário na Europa Ocidental, 30% a nível mundial, e pouco mais de 25% nos Estados Unidos, país em que a televisão ainda é o meio preponderante.

Fonte Meios & Publicidade